Conheça o aproveitamento de resíduos de aço e ferro | TetraferroO aço e o ferro possuem diversas aplicações na indústria e na construção civil em geral. Uma das principais demandas por parte da sociedade é que as empresas produtoras desses produtos atinjam números significativos de reaproveitamento, visando proporcionar mais sustentabilidade na cadeia produtiva do aço e do ferro. Os resíduos recicláveis de aço têm origem principal nos seguintes produtos: latas, veículos fora de uso ou eletrônicos.

Reciclagem do aço e ferro no Brasil

No Brasil, cerca de 11,7% dos resíduos urbanos são metálicos, sendo a grande maioria provenientes de latas de aço, zinco ou alumínio. Estamos contabilizando também nesse total os veículos fora de uso, eletrônicos e eletrodomésticos. Estes últimos utilizam chapas de aço laminadas a frio em seu processo de fabricação.

Em 2014, a taxa de reciclagem do alumínio foi de 40%, sendo a grande maioria de latas (97,9% são recicladas no Brasil). Os outros 60% são de outros segmentos, como esquadrias de janela e carcaças de veículos.

O aumento do uso das estruturas metálicas para a construção civil também influenciou neste número, no entanto, neste caso, como as chapas de aço, barras e perfis são produzidas em quantidades exatas e com resíduos ou perdas mínimas, fator que tem importante influência na decisão do uso desses materiais, que são mais econômicos e diminuem o tempo das obras.

Tecnologia para reaproveitamento de metais

Com a crescente exigência de melhorar as taxas de reuso e reciclagem dos produtos fabricados com aço, têm-se investido em novas tecnologias que podem facilitar, otimizar e baratear os processos de reciclagem demonstrando a crescente preocupação com a preservação ambiental das empresas do setor.

Para se ter ideia, uma tonelada de mistura não ferrosa contém aproximadamente 10% de cobre e 10% de latão. Como o cobre tem um valor de mercado quase três vezes maior se comparado ao da mistura de metais não ferrosos, compreende-se a importância de uma separação mais eficiente desses metais.

Um dos processos utilizados atualmente consiste na separação baseada em sensores, onde inicialmente os metais mistos são separados do cobre e do latão e, posteriormente, o cobre é separado do latão. O processo utiliza sensores e uma câmara de cores que permite extrair com maior precisão os diferentes tipos de metais.

Este tipo de tecnologia beneficia, por exemplo, a reciclagem de veículos fora do uso. Grande parte da matéria-prima dos veículos consiste em aço e metais e ter a possibilidade de reaproveitamento futuro é um grande diferencial. Os processos de separação dos metais também permitem que haja uma circulação mais dinâmica de estoques, pois é possível separar com mais eficiência alguns metais mais procurados no mercado, o que também diminui seu custo.

São diversos os processos que permitem a separação dos metais. Veja no vídeo abaixo um exemplo de separação de metais por sensores:

Aço na construção civil

Na construção civil o uso de metais reciclados pode baratear os custos das obras e tornar o projeto mais sustentável. Os projetos que utilizam chapas de aço e estruturas metálicas também tendem a serem mais sustentáveis com o avanço tecnológico. As estruturas metálicas, por exemplo, já são 100% recicláveis.

A Tetraferro é distribuidora e uma das principais fornecedoras de aço em São Paulo, entre em contato conosco e solicite um orçamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *